REGULAMENTO da SOCIEDADE AUDAX

Criamos o nosso próprio Regulamento, a pedido do atual Representante da ACP no Brasil, baseado no Regulamento Internacional, mas tratando de “pormenores” locais que não são contemplados no mesmo.

REGULAMENTO

1- Da Organização;

1a – Os Brevet 200, 300, 400, 600 e 1000 são eventos de longa distancia, resistência e superação pessoal, organizados pela Sociedade Audax de Ciclismo de Porto Alegre. Os Brevets além das normas aqui descriminadas seguirão também, o Regulamento do Clube Audax Paris, assim como o Código Brasileiro de Transito.

2 – Responsabilidades da organização;

2a – A Organização é responsável por fazer cumprir as datas homologadas pela ACP e justificar alterações quando cabíveis. Podendo o Organizador suspender o evento por questões de segurança pública, condições meteorológicas e/ou motivos de força maior sem aviso prévio aos participantes.

2b – Em caso de cancelamento da prova por motivos de força maior (morte, acidente, condições meteorológicas, etc), os organizadores estarão isentos de qualquer tipo de indenização ou reembolso que não seja a devolução da taxa de inscrição

2c – Por se tratar de um evento de auto-suficiência, não haverá reembolso, por parte da organização, de nenhum valor correspondente a equipamentos e/ou acessórios utilizados pelos participantes. Independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízo que por ventura os participantes venham a sofrer durante a participação nos eventos.

2d – A Organização é responsável pela escolha e ampla divulgação dos trajetos em que se realizarão cada uma das etapas agendadas. Assim como pela autorização dos órgãos competentes (PRF, PRE, DAER e Concessionárias de Pedágio) das rodovias utilizadas.

2e – Cada participante é responsável e conhecedor de suas condições e aptidões físicas, mesmo assim, a Organização tem o compromisso de recomendar a todos os participantes do evento à realização de uma rigorosa e completa avaliação médica prévia a participação no evento.

3 – Participação;

3a – Poderão participar da prova pessoas de ambos os sexos, regularmente inscritos de acordo com o presente regulamento.

3b – Participantes menores entre 16 e 18 anos só poderão participar da prova com autorização por escrito do pai ou de um responsável legal. A autorização deverá ter a assinatura reconhecida por autenticação e estar acompanhada de cópia de um Documento de Identidade a ser apresentada para organização no ato da assinatura do termo de responsabilidade.

3c – Menores de 16 anos, só poderão participar se acompanhados por um parente de primeiro grau, regularmente inscrito no Brevet. Assim como deverão também apresentar autorização por escrito do pai ou responsável legal.

3d – É obrigatório a presença do participante no Briefing, no horário e local divulgados pela Organização na programação do Evento. Reunião onde serão dadas todas as instruções e detalhes sobre o evento. O participante que não comparecer ao Briefing não poderá realizar qualquer reclamação ou alegação de informação transmitida naquela oportunidade.

3e – Apresentar se solicitado pela Organização, o número de homologação da etapa anterior aquela que está inscrito. Fazendo respeitar assim o Regulamento Internacional da ACP.

Nota da Organização: Recentemente tivemos uma alteração no Regulamento Nacional e não é mais necessário o pré requisito do BRM anterior. Porém a Sociedade Audax de Ciclismo, pensando na segurança de seus eventos resolveu adotar as seguintes regras:

Para participar do BRM 400 o ciclista deverá se solicitado:

Apresentar homologação pelo menos de um BRM de 300 em 2012, 2013 ou 2014.

Para participar do BRM de 600 o ciclista deverá se solicitado:

Apresentar homologação pelo menos de um BRM de 400 em 2012, 2013 ou 2014

Para participar de um BRM de 1000 km o ciclista se solicitado:

Apresentar homologação de um LRM de 1200 km
Apresentar o titulo de Super Randonneurs em 2013
Conquistar o titulo de Super Randonneurs em 2014

Casos omissos, serão avaliados por está Organização.

3f – Após a efetivação das inscrições, a organização do evento não reembolsará o valor da inscrição aos participantes que desistirem de participar.

Nota da Organização: O participante poderá solicitar o uso de nossa Política de Devolução.

4f – Em caso de desistência ou desclassificação do ciclista participante, o mesmo deverá entregar para a Organização seu Passaporte e sua Plaquinha de Identificação.

5f – Tempo regulamentar para concluir cada trajeto:

BRM de 200 km – 13h30min
BRM de 300 km – 20 horas
BRM de 400 km – 27 horas
BRM de 600 km – 40 horas
BRM de 1000 km – 75 horas

Nota da Organização:  Segundo o Regulamento Internacional, os trajetos podem ter até 5% a mais ou a menos, porém percurso DEVE ser cumprido dentro do tempo regulamentar.

4- Segurança;

4a – Equipamentos obrigatórios;
•Capacete afivelado;
Colete com refletivo noturno;
•Pisca traseiro vermelho com pilhas extras;
•Farol dianteiro com pilhas extras;

Leia o ARTIGO sobre iluminação.

4b – A falta de qualquer desses itens, impede participação ou desclassifica o ciclista da prova.

4c – Para etapas com horário noturno, será exigido o cobertor(manta) térmico;

4d – Equipamentos recomendados;
•Telefone celular, funcionando e com bateria carregada.
•Óculos com duas lentes (diurna e noturna);
•Luvas;
•Capa de chuva e ou corta vento
•Protetor solar;
•Ferramentas compatíveis com seu equipamento;
•Câmara reserva e remendos;
•Bomba;

Alguma dúvida? Leia o TEXTO.

4e – A organização irá disponibilizar aos participantes do evento, ambulância para prestação de primeiros socorros em caso de acidentes. Caso necessário o atendimento médico de emergência, este será prestado dentro do tempo necessário de deslocamento da ambulância até o local do sinistro e a remoção será efetuada para o hospital, da rede pública, mais próximo.

5 – Para o bom funcionamento do Brevet;

5a – O inscrito pode trocar de equipamentos durante o Brevet, nos seguintes casos:
•No Posto de Controle, sendo que a placa de identificação deve ser instalada no novo equipamento. Indispensável comunicar a Organização ou voluntários.
•O ciclista também pode comprar ou tomar emprestado de algum morador uma bicicleta durante o trajeto, desde que a mesma não seja entregue com serviços de tele-entrega ou semelhantes na estrada. Caso isso ocorra a Organização deve ser comunicada imediatamente, para avaliar a situação e autorizando ou não a continuidade do inscrito no Brevet.
•O ciclista pode ir até a sua casa se assim o desejar e trocar de bicicleta, desde que faça isso pedalando, se pegar um taxi, é apoio externo. Deve comunicar a Organização imediatamente de sua intenção.

5b – Em caso de desistência, o participante deverá comunicar imediatamente a Organização para:
•Solicitar resgate, informando o ponto do trajeto que se encontra.
•Avisar que está pegando carona com veículo motorizado e deixando o evento

5c – A Organização não tem obrigação de resgatar participantes que desistem ou quebram seu equipamento durante o Brevet. Poderá realizar tal operação de acordo com disponibilidade de pessoas e veículos nas seguintes condições:
•Sem limitação de tempo para a ocorrência do resgate.
•Quando ocorrer, o resgatado será recolhido e encaminhado ao ponto seguro mais próximo.
•Os ciclistas que abandonarem a prova e necessitarem de resgate deverão esperar o andamento e término do Brevet, uma vez que a prioridade da Organização é fiscalizar o andamento e condições da prova.

5d – Somente serão permitidos carros de apoio, durante o Brevet, se devidamente autorizados e identificados pela Organização. Veja REGRAS especificas sobre o tema.

6 – Casos de desclassificação;

6a – Perder seu passaporte. A Organização poderá se assim achar necessário, fornecer um novo, mas apenas no PC1 antes de o mesmo ter recebido o carimbo de controle.

6b – Receber apoio de fora da prova em qualquer ponto do percurso que não seja os indicados pela Organização (Postos de Controle). Para esta Organização caracterizam-se apoio externo os seguintes casos:
•Ser acompanhado durante todo o percurso ou parte, por carro de apoio.
•Receber qualquer tipo de objeto ou alimentos de pessoas que não estão formalmente no evento.
•Andar no Vácuo e ou em pelotões com outros ciclistas que não estejam devidamente inscritos para participar do evento.
•Pegar qualquer tipo de carona em veículo motorizado.

6c – Utilizar a pista de rolamento para pedalar quando existir ciclofaixa ou acostamento em condições, desrespeitando assim o artigo 58 do Código Nacional de Transito Brasileiro.

6d – Deixar de parar ou apresentar o seu passaporte para carimbo de comprovação de passagem.
7e – Deixar de apresentar outro tipo de comprovante de passagem (ticket de compra, assinatura em planilha, registro fotográfico) se assim for solicitado pela Organização.

Art. 58. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores.

6f – O participante poderá ser desclassificado pela Organização, se jogar lixo em local indevido durante todo o trajeto.

6g – Desrespeitar os Organizadores e demais ciclistas participantes ou faltar com a verdade quando questionado por organizadores, voluntários ou autoridades sobre qualquer informação.

6h – Colocar em risco a vida de qualquer outro participante ou cidadão que esteja utilizando a via pública.

6i – Pegar vácuo ou agarrar-se em qualquer veículo automotor, carroça etc.

7 – Apelação;

Conforme o Artigo XVIII do Regulamento Internacional, qualquer queixa, ou reclamação, por qualquer motivo que seja, deverá ser expressa por escrito e enviada nas 48 horas seguintes à prova ao organizador que a examinará e a transmitirá com seus avisos ao responsável ACP (França) ou ao representante ACP (fora da França) para exame antes da decisão.

Todo participante ao se inscrever está automaticamente concordando com todas as regras acima. Casos omissos nesse Regulamento serão avaliados por está Organização, que usará o Regulamento Internacional e o bom senso para tomar uma decisão final

Sirlei Ninki
Diretora Geral Sociedade Audax de Ciclismo – Porto Alegre
Code Clube Audax Paris 980010

8 ideias sobre “REGULAMENTO da SOCIEDADE AUDAX

  1. Anônimo

    Olá gostaria de saber se tem algum jeito de eu participar do audax. sendo q eu tenho 14 anos de idade e não tenho nenhum parente q participe do evento. pretendia ir com minha equipe.

    Responder
  2. Walter Vianna

    Ninki, participei do último AUDAX 300 km da serra até o último PC me informar que não tinha carimbado o PC anterior e estaria desclassificado, devo ter pegado o caminho errado e então parei ali. Por isso não sei se posso participar do AUDAX 400 km ou devo recomeçar ano que vem ?

    Responder
  3. ninki

    OI Walter,

    De fato me passaram esse relato do acontecido. Uma pena!! Mas que eu saiba teu caso está contemplado em nosso regulamento, porque você tem homologação de 300 em 2012 ou 2013, não tem?

    abraços, ninki

    Responder
  4. Anônimo

    Boa tarde! Gostaria de saber, como nunca participei de evento SAC, se posso participar do AUDAX 200? E se durante a prova posso levar glicose (chocolates, barras de cereais, etc..), pois sou diabético e provavelmente vou precisar.

    Responder
  5. ninki

    Boa tarde Sr Anônimo,

    Os BRMs organizados pela SAC, são abertos ao público em geral. O fato de você ser portador de diabetes não o impede de participar, normalmente os médicos até indicam exercícios físicos. Quanto a levar alimentos, sem problemas. A única coisa que o regulamento restringe é alguém alcançar esses alimentos para o ciclista fora dos Postos de Controle.

    qualquer duvida entre em contato com o nosso endereço "sociedade@audax.org.br", certo?

    grande abraço, ninki

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *